Qual é o dispositivo mais indicado para ler em 2023? Kindle ou iPad?

Qual é o dispositivo mais indicado para ler em 2023? Kindle ou iPad?

Se está a ponderar comprar um e-reader ou um tablet para ler as suas obras favoritas em formato digital, este artigo pode ajudá-lo a decidir qual será o mais indicado.

O Kindle, da Amazon, e o iPad, da Apple, são dois dispositivos muito utilizados atualmente para descarregar e ler livros eletrónicos. O tablet, tal como o Kindle, pode ser usado para abrir e-books, mas o propósito com que é usado pode divergir, consoante o seu utilizador.

Como cada pessoa tem hábitos de leitura diferentes, existem algumas funcionalidades que são mais utilizadas do que outras e os equipamentos são utilizados em diversos contextos. Dito isto, poderá questionar: entre um Kindle e um iPad, qual é o dispositivo mais indicado para as minhas leituras?

Neste artigo, partilhamos as principais diferenças entre o Kindle e o iPad, assim como as vantagens e desvantagens de cada um. Contamos que estas informações o ajudem na hora de escolher um dispositivo em detrimento do outro.

As principais diferenças entre o Kindle e o iPad

O Kindle é um equipamento projetado especificamente para a leitura de livros e revistas digitais. Também pode ser usado para abrir outros documentos como ficheiros PDF, mas o principal objetivo do dispositivo é proporcionar uma boa experiência de leitura.

O seu ecrã de tinta electrónica e retroiluminado, é concebido para replicar a experiência de leitura em papel. Oferece, por isso, uma experiência mais agradável e confortável, especialmente se não tiver em seu redor, as condições de iluminação mais indicadas.

Já os iPads são dispositivos compactos, semelhantes a computadores portáteis, mas com um ecrã menor. Dispõe de um grande poder de processamento, destinado a executar aplicações pesadas e que consomem muita energia. Não é projetado especificamente para fins de leitura.

Vantagens do Kindle em relação ao iPad

Bateria: A bateria é um dos pontos fortes do Kindle. O modelo Kindle Paperwhite, por exemplo, tem uma autonomia de cerca de duas semanas com uma única carga. Desta forma, o utilizador não tem necessidade de carregar o equipamento frequentemente nem estar preocupado com a percentagem de bateria restante, enquanto folheia virtualmente o seu livro.

O iPad, por outro lado, tem uma duração de bateria notável, mas não chega perto do que o Kindle consegue oferecer.

Custo: O preço de um Kindle é inferior ao de um iPad, podendo custar até três vezes menos. Esta oscilação no preço é um dos motivos que leva à escolha do e-reader em detrimento do dispositivo da Apple.

Se o seu objetivo principal é ler livros e tem um orçamento mais limitado, recomendamos a compra do Kindle.

Ecrã: Como mencionamos anteriormente no artigo, o Kindle vem equipado com um ecrã de tinta eletrónica (e-ink) que imita a experiência de leitura em papel. Por sua vez, o iPad possui um ecrã LCD ou LED, incapaz de replicar a mesma experiência.

Dimensões: Além de ser leve, o Kindle tem um tamanho inferior quando comparado com um iPad. A maioria dos modelos Kindle possui um ecrã de 6 polegadas — excetua-se o Kindle Oasis, que é vendido com um ecrã de 7 polegadas. No que concerne ao iPad, as dimensões são variadas e começam nas 10 polegadas. O iPad mini traz um ecrã de 7 polegadas, mas não tem o mesmo desempenho e recursos que os restantes modelos de iPad.

Em suma, o tamanho do Kindle faz dele um dispositivo suscetível de ser transportado numa mala ou mochila. O tamanho e o peso são também indicados para o utilizador que precisa de segurar o leitor com uma mão durante as suas leituras.

Fadiga ocular: Como já deve saber, utilizar um iPad durante um longo período pode cansar os seus olhos. Neste aspeto, o Kindle é menos prejudicial do que o dispositivo da Apple, pois emite muito menos luz azul devido ao seu ecrã de tinta eletrónica. 

Com um Kindle, pode ler confortavelmente durante várias horas, e diminui o risco de ter dores de cabeça, comichão nos olhos, ou problemas de visão a longo prazo.

Durabilidade: Todos os equipamentos são suscetíveis de avaria ou danos acidentais. Contudo, o e-reader da Amazon é bastante resistente, tendo sido projetado para suportar quedas ou outros acidentes. O ecrã e o painel traseiro não se danificam com facilidade.

Ler sem distrações: A experiência de leitura focada é outro motivo pelo qual sugerimos o Kindle em detrimento do iPad. Ao usar um iPad ou qualquer outro tablet, é possível que receba notificações de aplicações das redes sociais, de correio eletrónico ou até mesmo mensagens. Ainda que sejam episódios isolados, estes momentos quebram o nosso fluxo de leitura e podem distrair-nos do que verdadeiramente importa..

Com um Kindle, está livre de todas essas distrações, desde que mantenha os restantes dispositivos em silêncio ou longe de si.

Desvantagens do Kindle em relação ao iPad

Embora existam várias vantagens de usar um Kindle ao invés de um iPad, devemos estar cientes de que o e-reader da Amazon também possui alguns inconvenientes.

Falta de experiência em multimídia: O Kindle não foi concebido para reproduzir vídeos, ouvir canções ou jogar. O dispositivo foi projetado exclusivamente para a leitura de livros e revistas digitais. Isto significa que não poderá aprender uma palavra nova ou pesquisar sobre um determinado contexto na história com recurso a vídeos ou outros formatos.

Se esta experiência fizer mais sentido para si, aconselhamo-lo a usar um iPad.

O Kindle serve para abrir e-books: Este ponto está relacionado com o anterior, mas queremos frisá-lo. Um dos motivos que leva as pessoas a considerar comprar um iPad para ler está relacionado com a quantidade de coisas que podem ser feitas com o dispositivo da Apple. Pode usar um iPad para entreter os seus filhos, para adiantar o trabalho de escritório, navegar na Internet, ver filmes e séries, entre outros.

Se considerarmos que o Kindle só serve para ler, por que motivo devemos ter dois dispositivos diferentes?

Descarregar as obras favoritas: Uma das maiores desvantagens do Kindle face ao iPad, tem a ver com a dependência da loja da Amazon. O processo de compra e descarregamento do e-book é simples, mas não podemos usar outras plataformas para obter e-books gratuitos. Terá de aceder a um computador ou um smartphone para descarregar e transferir os livros para o seu Kindle, e o processo não é tão intuitivo quanto gostaríamos.

Com um iPad, a tarefa é mais simples e acessível. Tudo o que tem de fazer é descarregar os livros para o seu dispositivo, ir até à pasta de “Downloads”, e abrir o ficheiro com a aplicação Kindle ou similar.

Qual é o melhor dispositivo para ler?

Esperamos que os prós e contras que elencamos neste artigo, o tenha colocado na posição de decidir qual dispositivo é o mais adequado para as suas necessidades. Tudo depende do que quererá fazer, mas aconselhamos a comprar um Kindle se o seu objetivo principal for ler livros digitais.

Visite a nossa loja online para conhecer todas as propostas de e-readers recondicionados que temos para si. Se tiver dúvidas, pode sempre contactar-nos ou deslocar-se a uma das nossas lojas físicas para obter mais informações.

Fique atento às publicações da Forall Phones no Facebook e no Instagram para mais dicas como estas.

Próximo artigo Kindle: 5 funcionalidades do e-reader para ler melhor à noite

Deixe o seu comentário

Os comentários têm de ser aprovados antes de serem publicados

* Campos obrigatórios